Manual de Miséria Sustentável ou Neo-Thoreaunismo



Eduardo Fernandes
do saite fraude.org

Quem disse que você precisa ser bem sucedido?

“Sou jornalista. E não imaginava que isso significava ficar dez horas trancada numa sala, fazendo trabalhos automáticos e entrar e sair de um lugar e ver que o sol já vazou. Todos os meus textos, vontades e idéias morreram. Não tenho tempo pra escrever e, se penso num artigo, tem que ser no Outlook, porque o chefe tem que pensar que estou trabalhando. Não tenho mais tempo pra viver. Não tenho namorado,não vejo meus amigos há semanas, mal sei quem ganhou a eleição [que eleição?] porque não há tempo.”
FM – Campo Grande, MS

————–

Com os cortes e a falência da “indústria cultural” brasileira (ou Gambiarra Cultural), estamos trabalhando cada vez mais e em regimes insalubres. É difícil que os patrões voltem atrás e contratem pessoas. A tendência é que as redações (ou composições) fiquem cada vez enxutas e opressoras.

Não ganhamos nada acumulando o trabalho de dez pessoas. Pelo contrário, vivemos sob a ameaça da perda do emprego, do “corte”. Cada vez estamos mais fodidos e descontentes com o trabalho.

Com este quadro, a saída é simplificar. Quanto menos dinheiro você tem, mais aprende a apertar o cinto. Descobre que mantinha muitos hábitos supérfluos.

Custa, mas você consegue abandona-los. A maior dificuldade é a reeducação psicológica: depois que você nota que realmente não precisa ser bem sucedido, todo o resto se facilita.

Manual de Miséria Sustentável ou neo-thoureaunismo

1) Não se fixe numa “profissão”. Zona de Trabalho Autônomo Temporário.

2) Arranje vários bicos que paguem suas despesas básicas.

3) Mate o consumista que existe em você (isso não é riponguismo – é que a autonomia tem um custo, infelizmente).

4) Simplifique a vida ao máximo. Ande a pé ou de bicicleta, poupe água, energia e comida, tire xerox de livros, baixe mp3.

5) Consuma comida barata (não necessariamente de má qualidade – vegetal é barato) e de produção local.

6) Mude-se pra cidades menores, com menos stress.

7) Saia pouco de casa – só quando for imprescindível. E apenas pra lugares que o divirtam realmente.

8 ) Pratique a inadimplência (enquanto for possível, pois o mercado o reprimirá – a humilhação do SPC).

9) Valorize aquilo que você já tem. Exemplo: pra que comprar um livro se você tem um monte em casa que nem leu? Pra que acumular pilhas de cds e nem sequer ouvi-los direito?

10) Pratique o escambo e as parcerias.

11) Compre tudo de segunda mão.

12) Evite pagar impostos. Estude a lei pra saber como. Use o Direito contra o Estado.

13) Aprenda a obter satisfação sozinho (não estou falando em punheta). Faça artesanato (que você pode vender ou trocar. Mas não ouça The Doors, por favor), corra, escreva, pinte, medite. Enfim: não necessite do mercado e de outras pessoas pra se divertir.

14) Use a tecnologia pra facilitar sua vida. Mas não seja escravo dos aparelhos eletrônicos.

15) Seja um inventor. Crie alternativas pra se livrar dos gastos. Favelado, morador de rua e 90% do mundo (os países “em desenvolvimento”) já fazem isso, por que você tem que comer frango e arrotar Peru?

16) Assuma sua miséria. Não tenha vergonha dela. Que se foda a ambição. Quem é que disse que “sucesso” é igual a felicidade?

17) Toda vez que puder criar, deixe de comprar.

Anúncios

Um comentário sobre “Manual de Miséria Sustentável ou Neo-Thoreaunismo

  1. é nois… tenho mais grana no banco (investida claro) que o meu patrão, mas ando num carro mais feio, tenho tudo que preciso e quero, sou um prepper, sobrevivencialista, diy guy… bnão tenho vergonha de ser eu, tenho um emprego legal, curso superior… atraso minhas contas religiosamente para investir, não jogo grana fora com lixos eletronicos, geralmente eu ganho ou compro usado ou quando sai de linha… to levando a vida numa boa, sou casado e feliz,… ,minha mulher não percebe muito bem isso tudo que eu faço mas ta otimo, ela não precisa!!! abs e otimo blog!!! ja te add aos favoritos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s