Educar, meditar

monk

Deslizo os olhos pelas páginas de A Vida Intelectual, de A.D. Sertillanges, e encontro uma verdade nobre e especial (entre tantas outras que o livro generosamente oferece): educar-se, tornar sábio, um verdadeiro spoudaios (o homem maduro, conforme a boa tradição pitagórica), exige recolhimento, introspecção, tempo dedicado ao estudo individual, isolamento, meditação e oração. A sabedoria exige, portanto, religião — v. etimologia do termo. Todos os grandes mestres ensinaram essa lição: Jesus, Buda, Lao Tsé, Sócrates, Confúcio.

O mundo de hoje é ignorante porque é social demais, porque fala muito e lê pouco, porque tenta resolver pública e coletivamente problemas que só podem ser resolvidos individual e silenciosamente. É impossível educar sem ensinar ao estudante a importância do isolamento, o mecanismo mesmo de transformação da informação em conhecimento e, daí, em sabedoria. É impossível ensinar tais coisas sem o auxílio da religião.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s