Burralismo paulista

Semana passada estive fazendo uma prova na FAU-USP. Eu já havia esquecido como era aquele lugar. Depois que refresquei a memória, pensei: o concreto aceita tudo.

Não demorou para que Villanova Artigas (o sujeito que projetou o espaço da foto acima), Lina Bo Bardi, Rino Levi e Paulo Mendes da Rocha, entre outros brutalistas paulistas, fizessem sentido.

Eu os amaldiçoo, todos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s