E depois de comer, o bispo falou


O bispo é uma peça que anda na diagonal, faz greve de fome e fala bobagens.

Eu, que sempre gostei das idéias do rebelde de Concord, acreditava estar diante de um bom exemplo de desobediência civil quando vi as primeiras notícias do bispo que decidiu fazer greve de fome para interromper o projeto de transposição do Rio São Francisco. Afinal, além de ecoar as idéias de Thoreau — o que já seria muito louvável –, ele se colocava contra mais uma obra do governo de Lulinha-paz-amor — o que seria ainda mais louvável. Sobram razões para isso; há diversos estudos sobre os problemas da transposição (o Google serve pra isso também).

Mas aí o Governo Federal decide ceder, o bispo volta a comer e solta uma bobagem dessas.

(Neste momento, Thoreau se revira em sua sepultura)

O problema, afinal, não era o projeto ser estúpido, mas ele nã?o ser “para todos”. Em outras palavras, não importavam os problemas ambientais, econômicos e sociais que ele causaria. O problema maior — e isso é que torna digno todo ato de desobediência civil — era o fato dele não ser suficientemente socialista.

Nem comento. Só peço que a alma de Thoreau não nos amaldiçoe por isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s