Você comeria um feto?

Antes de se revoltar com a pergunta, saiba o que acontece em dois países que liberaram o aborto. A lógica macabra é simples: se um feto não é um ser humano e se matá-lo é permitido, pouco importa o que será feito dele depois disso.

Anúncios

4 comentários sobre “Você comeria um feto?

  1. eles não comem fetos porque o aborto é liberado, e sim porque eles comem praticamente qualquer coisa. os motivos pelos quais eles fazem isso deveriam causar ainda maior horror. são pessoas supersticiosas, que aderem a práticas monstruosas, entre as quais o consumo de fetos. é claro que fetos causam um efeito bem mais forte do que pequenos bezerros assassinados, ou animais silvestres torturados para a retirada de fluidos corpóreos utilizados na medicina tradicional ou “moderna” de certos países.

  2. Sério? Na boa, quem escreveu aquela peça de insofismável imbecilidade? Basicamente o artigo INTEIRO se baseia em rumor inverificável (só existe uma fonte anedotal), de terceira mão!! ISSO vc chama de argumento? Sorry, #F-A-I-L.

    BTW, SIM existe… lei contra ingestão de restos humanos, a incluir de fwtos. NEM PESQUISA ESSES IMBECIS FIZERAM DIREITO! E vc quer ACREDITAR nesse LIXO???

    Por favor, me diga q não é verdade q vc compra isso.

    Olha uma outra palavra legal:
    DEMONIZAÇÃO. Base de Igreja e Estado-Nação. Remove-se a humanidade de quem vc tem discórdia, pois assim é mais fácil a) combater sem remorsos e b) se sentir melhor por não ser aquilo.

    Diveeeeeersas tribos do Pacífico se acusam de canibalismo e bruxaria. Inverificados, após gente passar anos entre estes. Basicamente queriam queimar filme dos outros, para estranhos.

    Soa familiar? Deveria.

    Se quisesse, poderia vir com os relatos (anedota, também, por sinal, mas chique) de Josephus, sobre como houve canibalismo durante cerco Romano de Jerusalém, quando – alegadamente – uma patrulha de legionários entrou na casa duma família aristocrata, e achou uma jovem, em choque, comendo um assado. Em inspeção viram se tratar dum bebê de poucos meses, q a mulher alegou ser filho dela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s