Bandalheira 2


Alguns mais iguais que os outros

Cotas raciais na UnB aprovam um gêmeo idêntico e barram outro — (…) Essas fotos são anexadas na ficha de inscrição e passam pela avaliação de uma banca, que vai decidir quem é e quem não é negro.

Não bastasse a estupidez do racismo institucionalizado nas universidades públicas brasileiras com o programa de cotas, agora a negritude é definida por uma banca universitária. Pelo ocorrido, vê-se que são muito criteriosos.

E assim chafurda a universidade brasileira.

Anúncios

Um comentário sobre “Bandalheira 2

  1. O pior é o espertalhão dizendo: “Resolvemos nos inscrever pelas cotas porque elas existem e têm que ser usadas. Além disso, a nota de corte para os candidatos cotistas é mais baixa que a nota de corte dos candidatos do sistema universal.”

    Malandro é malandro, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s