Divulgando o Aikido

Este breve artigo foi publicado no dia 4, no Jornalzinho da Cidade, de Ilhabela. Sua pouca extensão deve-se às limitações de espaço do periódico. Publico-o aqui como uma forma de apresentar o Aikido a quem não o conhece e, talvez, como referência àqueles que pretendem divulgar a arte.

Naturalmente, muito mais coisas poderiam ser ditas sobre o Aikido. Há aqui em meu site diversos artigos dedicados à arte. Alguns, como este a seguir, apenas servem de introdução ao Aikido. Outros abordam elementos práticos e teóricos da arte.

Aikido: caminho de harmonia

por Christian Rocha

Meus primeiros dias como praticante de uma arte marcial não foram fáceis. Meu sensei dizia que eu não deveria me opor ao ataque, mas aproveitá-lo. O objetivo era vencer sem derrotar, ter total controle da situação sem machucar ninguém. A idéia de aproveitar a força do oponente e de imobilizá-lo sem o ferir era muito estranha para mim. Minha idéia de arte marcial sempre esteve mais para Bruce Lee do que para Dalai Lama e por isso as palavras de meu sensei pareciam pacíficas demais naquele momento.

Aos poucos percebi que havia no Aikido técnicas que poderiam ser complexas e devastadoras, mas que ao mesmo tempo tinham um sentido mais profundo e construtivo. De fato, nesta arte marcial japonesa o que interessa não é derrotar um oponente, mas evitar uma agressão e construir a paz. No Aikido desenvolvemos a energia vital e derrotamos nossos inimigos internos — como o medo, a insegurança, a ansiedade, a raiva e o rancor.

No Aikido há alavancas, torções e imobilizações. O aikidoka (o praticante do Aikido) usa também a espada e o bastão de madeira, que são complementos do treino de mãos vazias. Mas não há competições ou ataques, pois o Aikido é essencialmente defensivo. Em geral, os mais experientes ajudam os iniciantes e a prática acontece num clima de sincera cooperação e amizade. Alongamentos, respirações e meditação também fazem parte dos treinos. Mais do que uma arte marcial, o Aikido é uma forma de viver.

O Aikido está presente em Ilhabela desde meados dos anos 90, graças aos esforços de Sensei Luiz Carvalho. O grupo de Aikido de Ilhabela reúne-se às segundas, quartas e sextas num pequeno dojo no Hotel Petit Village, sempre à noite. Não há restrições de idade, sexo ou porte físico. Mais informações em nosso site: aikidoilhabela.wordpress.com

Anúncios

Um comentário sobre “Divulgando o Aikido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s