Música para o domingo

nick drake

Do you curse where you come from,
Do you swear in the night
Will it mean much to you
If I treat you right.
Do you like what you’re doing,
Would you do it some more
Or will you stop once and wonder
What you’re doing it for.
Hey slow jane, make sense
Slow, slow, jane, cross the fence.

Trecho de “Hazey Jane I”

Quem me apresentou Nick Drake foi meu amigo Gilvan (que fez sua homenagem ao mestre aqui). Ouvi a canção “River Man” e em seguida busquei os álbuns de Drake. A surpresa veio quando soube que se tratava de músico do período de transição entre anos 60 e 70, não algo que foi composto e gravado ontem. Mais tarde fui perceber que o que eu havia tomado como atualidade era na verdade atemporalidade, aquela rara capacidade de dizer algo para qualquer pessoa, em qualquer época.

Drake morreu de overdose de antidepressivos em 1974, isolado em sua casa e ouvindo Bach. Deixou uma obra breve mas imponente, que ao mesmo tempo reflete sua personalidade profundamente introspectiva.

Nascido na Birmânia, mas de origem britânica, Nick Drake lançou em 1969 “Five Leaves Left” seu primeiro álbum, aos 21 anos; até hoje é considerado sua obra-prima.

Não existem registros em filme ou vídeo de Nick Drake, por isso os vídeos que apresento a seguir são covers de suas músicas ou colagens de imagens. Não importa. Talvez a escassez de imagens de Drake ajude — como se isto fosse necessário — a apreciar melhor sua música. Talvez ele mesmo desejasse, em seu quarto em Tanworth-In-Arden, ser apreciado por aquilo que criara e dispensar-se de fornecer maiores explicações. Diante de sua música, elas realmente não são necessárias.

*
Na Wikipedia, uma biografia bastante completa e sucinta.

Pink Moon
A música foi trilha sonora para um comercial da Volkswagen para o lançamento do Cabrio. De alguma forma, o espírito do comercial ecoa elementos da biografia de Drake.

Fruit Tree
Esta é, de longe, a canção mais maravilhosa de Drake. este cover está um tanto longe da versão original — sobretudo pela voz quase inaudível do esforçado músico –, mas é possível ter uma noção do que é Fruit Tree. O verbete da Wikipedia tem uma tradução da letra desta canção.

River Man
Surpreende e emociona, em River Man como em outras músicas, o uso que Drake faz de instrumentos e arranjos eruditos.

Cello Song
Combinação originalíssima de percussão, violão e violoncelo. Este cover é praticamente igual à versão original. Aqui, Cello Song em versão feminina, apenas violão e voz.

Hazey Jane I
A canção cuja letra abre este post.

Skin too few – documentário sobre a vida de Nick Drake
parte 1parte 2parte 3parte 4parte 5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s