Niemeyer, 100 anos

catedral de brasilia niemeyer

Hoje Niemeyer completa 100 anos. Eu, como arquiteto, não posso deixar a data passar em branco. Talvez devesse, porque acho que Niemeyer foi muito bom só até Brasília (e, bom lembrar, não nela toda). Mas vamos lá; anotei algumas coisas pensando na data:

– Niemeyer é a prova (ainda) viva de que o comunismo demagógico (sim, pleonasmo) funciona: aos 100 anos, o arquiteto é unanimidade até entre seus pares; goza fama e, até onde consta, boa saúde; é rico e exala algo do elitismo carioca da época da bossa. Aparentemente é muito bom contrariar com arquitetura aquilo que se prega ideologicamente.

– Aliás, uma das melhores obras do comunista é, ironicamente, um templo religioso — a Catedral de Brasília.

– Mas imagine Niemeyer sem ter saído do eixo Minas Gerais – Rio de Janeiro. Que maravilha.

– Como disse um de meus professores, todos disputam a tapa não um de seus projetos, mas o seu último projeto. Fala-se mais de funeral do que de arquitetura.

– Seja como for, completar 100 anos e continuar projetando não é para qualquer um — discussões sobre qualidade à parte. Feliz aniversário, portanto.

*
– A propósito, a imagem aí de cima é um papel de parede. Clica nela para ampliar. O original você encontra aqui.

Aqui você pode encontrar uma bela galeria de imagens em 360º de algumas obras de Niemeyer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s