Caiçaras de alma

caiçara

“Faça as malas. Hoje você vai embora daqui”. Imagine que este lugar lhe será arrancado neste exato momento. Você, que hoje vive aqui, será colocado para viver em algum outro lugar. Bom ou ruim, pior ou melhor do que Ilhabela, não importa. Importa que você será posto para fora daqui. Você continuará tendo um teto e um trabalho. Suas amizades serão mantidas, sua família e seus bens também. Só o lugar será outro. Você não verá mais o Canal de São Sebastião, o Pico do Baepi, a Praça Coronel Julião e a Igreja Matriz, a Praça da Mangueira, a Praia dos Castelhanos e Garapocaia, a Cachoeira da Toca e a rua São Benedito.

Não gostou? Então prove que esses lugares são importantes para você. Observe-os mais; tenha o cuidado de não os sujar e os estragar; fique incomodado com quem faz essas coisas. Pedale e caminhe em vez de usar o carro. Dê exemplo, mas também cuide do lugar em que você vive. Perceba a ligação de cada um de seus atos e costumes com as qualidades e os problemas de cada um desses lugares de Ilhabela. Perceba que mesmo coisas ridículas e sem importância como uma mansão de 800m² na costeira ou o despejo constante de esgoto nos rios e praias podem causar problemas ridículos e sem importância como a destruição da paisagem e a redução das atividades turísticas. Se você realmente se importa com Ilhabela, transfira seu título para cá; se você já fez isso e se votou nas últimas eleições, torre a paciência do seu vereador para que ele resolva não os seus problemas, mas os da cidade (que são os seus, inclusive).

Cada uma dessas ações exige que você observe esta cidade com mais atenção e perceba que ela não é feita apenas de ruas, edifícios e eventos. Esta cidade tem mais de 1000 anos de história. Os últimos 30 anos significaram muito para Ilhabela, mas lá atrás ainda existem outros 970 anos que estão sendo descartados pelo simples fato de que a maioria das pessoas que vivem aqui hoje simplesmente não sabe e não quer saber nada sobre esse tempo. Elas esquecem que a Praia dos Castelhanos existia muito antes de existir uma estrada até ela. Elas esquecem que a Praça Coronel Julião já teve chão de terra e que a Vila já teve praia — limpa, aliás.

Essas ações exigem também que você pare — por caridade — de pensar apenas com o seu próprio umbigo. Construir uma casa, ainda que dentro da total e absoluta legalidade, não o dispensa de pensar em como essa casa alterará a cidade. O bom senso é melhor do que a lei. Respeitando a lei você presta atenção em papéis, pareceres e carimbos. Usando o bom senso você presta atenção no lugar. A lei não foi capaz de impedir os três pavimentos daquela grande construção, nem aquela lojinha construída no recuo frontal daquela casa — o bom senso seria. Não há lei que peça respeito a São Benedito à pessoa que passa pelo calçadão, mas isso continua sendo fundamental.

Ainda que tudo hoje o estimule a desfazer sua ligação com o lugar em que você vive — das preocupações do dia-a-dia à mídia, incluindo o sistema financeiro, a arquitetura e a forma como se faz política nesta e em outras cidades —, não é difícil perceber a importância que essa ligação pode ter para uma cidade. A única razão para Ilhabela ainda ser um lugar decente para viver é a presença de pessoas que querem ficar aqui o resto de suas vidas. Não em São Sebastião ou em São Paulo ou em Osasco. Em Ilhabela. Elas sabem que existem coisas aqui que não existem em nenhum outro lugar do mundo. Quem decide ligar-se desta maneira a um lugar não vê diferenças entre o lugar e sua própria vida. O lugar é sua vida. E sua vida constrói o lugar. Essas pessoas podem não ter nascido aqui, mas são caiçaras de alma.

.
Original da imagem aqui.

Artigo publicado no jornal Canal Aberto em 11 de janeiro de 2007.

Anúncios

Um comentário sobre “Caiçaras de alma

  1. onde existe hoje o condominio palmares era do meu bisa vó que se chama manoel lipordino dos sontos e seu irmão juca serraria,atrás da ilhabela ali existe uma ponte que nessa ponte quando meu bisa vó fazia canoa e quando feiz a primeira ponte do itaguassú hoje chama ponte do itaguassu na realidade era pra se chamar ponte maria didi onde todos caissaras antigos conhese historia.quero saber se alguem sabe dessa hitoria..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s