O fim d’O Expressionista

o expressionista

Hoje a internet ficou um pouco mais burra. O Expressionista acabou, depois de 11 anos de história.

No editorial de encerramento, o fundador e editor-chefe Diogo Chiuso informa os leitores das dificuldades de conciliar responsabilidades pessoais com a condução do jornal e faz menção ao desentendimento recente com o jornalista Janer Cristaldo, um dos colaboradores d’O Expressionista, que poucos meses antes havia sido expulso do Mídia Sem Máscara.

Comecei a colaborar com O Expressionista em 2000, época em que o jornal era bastante acessado e mal havia os recursos informáticos que existem hoje. Tudo era feito na unha pelo Diogo. Na época fui convidado por ele para escrever sobre ecologia e meio ambiente. Minha coluna tinha um nome simpático, que mantenho como uma das categorias deste site: eco-lógica.

Reconheço minha parcela de culpa no declínio d’O Expressionista, já que recentemente minhas colaborações foram bem irregulares. Independentemente disso, escrever para O Expressionista sempre me trouxe satisfação e orgulho. Fico triste com a notícia do fim, que já havia sido antecipada em conversa recente.

Ao meu amigo Diogo desejo boa sorte em sua nova fase e agradeço toda a confiança nestes anos de artigos, conversas e papos-cabeça. As conversas e os papos-cabeça continuarão, como ele já sabe. Os artigos, bem… ficam à espera do retorno d’O Expressionista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s