Como se dar bem

lap pillow

A receita para se dar bem é simples: basta fazer algo que ninguém faz.

Ok, pergunte: como um sujeito ordinário pode fazer algo que ninguém faz? (parto do pressuposto, pouco respeitável mas razoável, de que, se você tem interesse nisso, você é uma pessoa ordinária; quem não é ordinário e/ou medíocre não tem motivos para se preocupar com o próprio sucesso)

É uma dúvida sensata e a resposta é ainda mais simples: fazendo algo que qualquer pessoa sabe fazer mas que não faz mais por razões ordinárias.

Por exemplo, as pessoas dão cada vez menos atenção umas às outras; muito em breve dar atenção à pessoa que está diante de você poderá ser considerado uma habilidade tão exuberante que as pessoas não hesitarão ao presentear o sujeito atento com grandes quantidades de dinheiro apenas por causa de sua atenção. Muito em breve gestos simples e universalmente conhecidos tornar-se-ão raros não por sua raridade intrínseca, mas pelo simples fato de que ninguém mais quer realizá-los. As pessoas ainda saberão fazê-los e eles continuarão sendo valorizados por muitas gerações, mas ninguém os fará por preguiça, por incapacidade de domar o ego, por pura boçalidade.

Disse «bom dia»? R$50 para você. Cedeu o lugar e/ou a vez a uma pessoa mais velha sem se importar se ela tem 6 ou 60 anos a mais que você? Mais R$100 de presente.

Pode parecer absurdo, mas já existe amigo profissional. Eis um segmento promissor.

*
No livro «Sidarta», de Hermann Hesse, há uma passagem em que um homem perguntava ao ex-príncipe quais eram suas habilidades. Ele respondeu: meditar, jejuar, esperar. O homem ficou surpreso e perguntou por que esses atos poderiam ser considerados habilidades. Sidarta explicou que o jejum era útil para lidar com períodos de escassez; a meditação proporcionava a serenidade necessária para tomar decisões com sabedoria e precisão; e a paciência, que é o que lhe permite esperar, torna a disciplina palatável e permite obter qualquer coisa.

*
Obcecadas por ser alguém, as pessoas esquecem de ser aquilo que elas jamais poderiam deixar de ser. E assim o mundo vai-se tornando um pouquinho menos humano a cada dia.

.
Original da imagem aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s