Vida e transcendência

kid jumping

Valorizamos pouco as coisas que fazemos todos os dias, mas é graças a elas que chegamos até aqui, vivos e com alguma saúde. São simples e triviais, mas é de simplicidade e trivialidade que a vida é feita. Lavar a louça, colocar o lixo para fora, acordar e tomar café pela manhã, dormir à noite, trabalhar, ler, ouvir músicas.

Tomadas individualmente, torna-se difícil encontrar transcendência nessas atividades. Tomadas em conjunto, elas revelam o cumprimento de uma função maior, que ultrapassa a necessidade de ter louça limpa, ganhar dinheiro ou a diversão simples. Essa função é a própria existência. Não vivemos por razões maiores do que a própria vida e, se existe uma missão, ela consiste em mantermo-nos vivos da melhor forma possível, pelo maior tempo possível.

A vida não é transcendente, pelo menos não a vida que podemos viver e conhecer. Não existe um mistério que deva ser compreendido antes que possamos compreender a vida tal como ela se nos apresenta neste exato momento. Transcender significa superar. Transcender algo que lhe pertence significa compreendê-lo em seus detalhes. Como nas artes marciais, pode-se dispensar a técnica porque ela foi totalmente absorvida — neste momento não há mais a técnica como aditivo, não há mais diferença entre realizar a técnica e mover-se, entre realizar a técnica e respirar, entre realizar a técnica e viver. A transcendência passa pela percepção e pela plena aceitação da imanência.

*
Mitologias, religiões, doutrinas esotérias e tradições metafísicas apontam para a existência de um mistério, que obviamente jamais é revelado. Todas estas coisas pertencem a um tempo que não é humano, não são obras de uma única pessoa e, portanto, jamais serão totalmente acessíveis para uma única pessoa. É parte do jogo buscar uma revelação e concordar com a impossibilidade de encontá-la.

*
Fé é a força que mantém a conexão entre a busca pelo mistério e as atividades que são corriqueiras demais para serem vistas como algo misterioso e mágico. É a fé que permite entrever a transcendência que pode existir em coisas absolutamente terrenas e que permite alcançar patamares superiores sem, no entanto, recorrer a rituais, discursos e idéias esotéricos demais.

.
Original da imagem aqui.

Anúncios

10 comentários sobre “Vida e transcendência

  1. Gostaria que falasse mais sobre a sua afirmação de que a vida não é transcendente. Acredito que a vida possua uma essência transcendente,pelo menos a transcendência que lhe damos, mas ainda estou aprendendo sobre o asunto e pretendo usá-lo em um trabalho, por isso me interesso pela sua opinião.

  2. Luana,

    Talvez a chave para compreender o que quis dizer esteja nesta frase: “A transcendência passa pela percepção e pela plena aceitação da imanência.”

    O ponto é que essa percepção e essa plena aceitação são praticamente impossíveis — são caminhos que podem ser percorridos, não metas atingíveis. É neste sentido que a vida não é transcendente. A transcendência, seja em essência ou tal como estamos acostumados a compreendê-la, é pouco mais do que um artifício, uma brincadeira da imaginação que se impressiona demais com a morte.

  3. Hum…Compreendo sua afirmação melhor agora. Teria alguma referência de autores que concordem com essa idéia? E o que falar da questão do uso das Células-Tronco embrionárias? Tem ou não algo de transcendente na vida que leva a tantas discussões?

  4. Tem tanta gente que quer entender um caminho que se esquece de viver cada passo, se há alegria de viver esta ligado as necessidades que ela impões, viver de luz também vivemos mas não somente dela e os seres que conseguiram estão nos estômagos de herbívoros e nenhum destes lados tem linguagem pra compreender transcendência, se todas as coisas vem de Deus ou a minima percepção que temos desta idéia seja lá o nome que damos, fazemos parte disto e um gato sabe o que é o que deve ser e seu lugar nas coisas, nós tão racionais e arrogantes sofremos por não termos certezas de quem somos ou o que devemos ser ou de que forma agir, tudo porque não aceitamos a vida ou a morte, se tempo de meditação dentro de uma caverna comendo mato e tomando chá nos torna transcendentes, qualquer pessoa em coma também se torna santo.
    como você disse a verdadeira transcendência esta naquilo que podemos sentir e no esforço de viver cada dia melhor e saber que lavar um copo ou beber a aguá nele nos dá prazer no ato da simples e real necessidade básica de matar a sede.
    a vida é simples, sempre foi e sempre será se tem alguem com argumentos maiores que isso, pare de respirar e veja como pode atingir rapidamente a iluminação.
    eu procuro respirar mais e de uma forma melhor já é um grande aprendizado, a imagem do texto fala muito mais que se pode transmitir.
    quer saber se você faz parte da poeira das estrelas, do big qualquer coisa ou da vontade de um ser superior, vá ser útil de alguma forma nem que seja lavar um copo pois eles já fizeram a sua parte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s