Eis o perigo


Sobre a recente aprovação da pesquisa com embriões humanos, destaco três itens que são preocupantes, em especial para aqueles que acham que a decisão do STF foi um gesto racional e excelente em nome da ciência.

– Não existem evidências suficientes de que a pesquisa com embriões humanos possa vingar como desejam os cientistas. Muitos argumentam que esse desconhecimento se deve à própria proibição do uso de embriões humanos em pesquisas, por isso passemos ao próximo item.

– Aprovou-se o uso de embriões humanos sem que se chegasse um consenso a respeito do que eles são — seres humanos ou matéria-prima para laboratórios — ou se sua condição é definida pelos apelos da grita científica ou do populacho. Isto, obviamente, cria um precedente importante para a legalização do aborto. Na dúvida sobre o que é o embrião humano, como citado anteriormente, prefere-se eliminá-lo em nome da ciência. Vale relembrar isto:

Stricto sensu, uma nova vida humana se inicia no momento em que o óvulo é fecundado. O estabelecimento de qualquer limite dentro da escala que vai do óvulo recém-fecundado até o bebê recém-nascido significa criar espaço para que esse limite seja deslocado de acordo com os argumentos mais imbecis — como distinções léxicas. Um feto é um feto e um bebê é um bebê, mas todos são seres humanos dentro de uma escala que vai do óvulo fecundado até o indivíduo idoso. (link)

– O STF aprovou a pesquisa com embriões humanos sob condições específicas (por exemplo, o embrião deve ser inviáveis e os pesquisadores precisam da aprovação do casal que gerou o embrião). Para garantir que essas condições sejam respeitadas, o STF exige a criação de um órgão fiscalizador, compromisso já assumido pelo Governo Federal. Resta saber que tipo de fiscalização pode ser realizada por um governo que em outras esferas já provou ser incapaz de cumprir a lei e agir para proteger e dignificar a vida humana.

.
(Imagem obtida aqui)

Anúncios

2 comentários sobre “Eis o perigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s