Stasi

hannibal
O novo internauta, na visão extravagante do Senado brasileiro.

O projeto de lei do senador Eduardo Azeredo representa para a internet brasileira aquilo que a Stasi representava para a Alemanha Oriental. É o Estado policial em ação, com o argumento maravilhoso de proteger o cidadão dele próprio. Combater o tráfico, solucionar a incompetência policial e reduzir o número de homicídios que é bom, necas.

O assunto não é novo, o que demonstra que a estupidez às vezes triunfa pela teimosia e pela força, não pela exatidão ou pela justiça.

Detalhes podem ser obtidos aqui e aqui também. Vale lembrar que a lei foi aprovada no Senado e segue agora para a Câmara dos Deputados.

Se você quiser fazer sua parte — e continuar a ler este site ou qualquer outro sem que o Governo Federal interfira nisso —, POR FAVOR ASSINE ESTA LISTA.

.
Imagem obtida aqui.

Anúncios

3 comentários sobre “Stasi

  1. Pensei que após a criação de 97 cargos públicos com salários perto dos 10 mil reais, eu demoraria um pouco a me espantar novamente… mas pelo visto veio tudo num pacote só. Quanta ingenuidade… rs

    Viva o Brasil

  2. Buscando no Google, achei aqui o link para a obra completa de Mozart. Muito obrigada!

    De pronto, pergunto se tens a coleção com todas as partituras de toda a sua obra. Caso não tenhas, o link é: http://nma.redhost24-001.com/mambo/index.php

    A versão disponibilizada na internet é a cópia digitalizada de “Mozart Nova Edição” (Die Neuen Mozart-Ausgabe), publicada pelo selo Barenreiter, de Kassel (Alemanha). É perfeitamente legal e gratuito.

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s