Lemas

*
sabedoria

— Encontrar algo que lhe faça bem e que lhe proporcione prazer, que faça bem às outras pessoas e que você possa e queira fazer por toda a vida.

— Pensar em qualquer coisa, desde que a mente saiba quem manda em quem. Falar apenas coisas boas. Pensar é filosofia, meditação e autoconhecimento. Falar é sociabilizar-se, interagir, conquistar, compartilhar e oferecer.

— Não é necessário começar pelo corpo, desde que se reconheça sempre e em tudo que se faz a dimensão física presente em todas as coisas. “De dentro vem o que por fora se revela” (Lao Tzu).

— Prazer é um indicador, não a base de um código moral. Quando uma pessoa defende as benesses do hedonismo, tente descobrir nela as seqüelas de uma vida de excessos — invariavelmente você as encontrará.

— Não há problemas em não estudar. Nem todos precisam entender de filosofia ou geopolítica. O problema está em não evoluir. O problema está em não conhecer um pouco mais a própria natureza a cada dia e não se reconhecer hoje como alguém menos burro do que ontem. Para isso honestidade e a consciência das vantagens de evoluir — isto é, a certeza de que ser bom é bom e de que você está longe de ser suficientemente bom.

— A sabedoria se expressa de diversas formas. Mas há muito mais formas pelas quais ela se cala.

Anúncios

5 comentários sobre “Lemas

  1. Eu tento chegar lá. Na maioria das vezes eu escrevo coisas desse tipo para que eu as releia muitas e muitas vezes e tenha sempre a certeza do ponto em que me encontro. Invariavelmente vejo que ainda nem cheguei nesses 10%.

    Obrigado pelo comentário, Chu.

  2. “Falar apenas coisas boas”.

    Isso é muito complicado de se colocar em prática, percebo que as pessoas estão muito céticas em relação a tudo e a gente acaba sempre reclamando de uma coisa ou de outra ou mesmo criticando alguém quando o melhor era ter se calado.
    Tive o privilégio de uma vez conhecer pessoas de uma família inteira que tinham o costume de nunca falar coisas desagradáveis, convivi algum tempo com eles e era tão confortável estar perto porque a conversa fluía e todos aparentavam estar felizes. Na hora das refeições era tão diferente da minha casa onde sempre algum começa a discutir por coisas sem importância.
    Depois dessa época decidi que iria tentar falar apenas coisas boas, mas como é difícil colocar em prática, sendo eu tão pessimista e crítica.
    Às vezes tenho falar apenas coisas boas não por mim, mas por quem está por perto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s