Internet, pré-história

old google
(link da imagem)

Eu sou do tempo em que as pessoas escreviam em blogs para falar como foi o último fim de semana, com quem ficaram, qual o mico do dia, como estava o humor e o que viram na TV. Se isso soava pretensioso e desagradável — porque é pretensioso e desagradável supor que seu cotidiano pode interessar a alguém além de você e seus amigos –, compare com o que se faz hoje nos blogs e sites por aí.

Eu sou do tempo em que Ajax era desinfetante. Tenho saudades do HTML; meu primeiro site era feito no Word. Conteúdo era o que se pretendia transmitir, contar, vender, não apenas mostrar. Hoje mostram-se coisas demais. O limite do mau gosto foi ultrapassado em algum momento muito antes do Google engatinhar.

Eu sou do tempo em que só havia ICQ — e ele era usado para conversar, não para trocar emoticons ou fazer a janela do bate-papo tremer. Ok, também havia mIRC (ainda existe, mas você conhece alguém que ainda usa?). ICQ e mIRC eram de um tempo em que se escrevia mais ou menos corretamente e o erro não era motivo de orgulho, tampouco uma bandeira do próprio governo.

Anúncios

Um comentário sobre “Internet, pré-história

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s