Fotos, votos e quimeras

smoking

— As coisas andam lentas por aqui porque eu estou numa fase mais visual. Não costumo misturar imagens com pensamentos — é como misturar fermentado com destilado –, mas talvez eu me arrisque em breve e tente transmitir aqui parte do que me veio à mente quando saí de bicicleta para fotografar.

— Minha avó fez 80 anos neste 8 de abril. Ariana, monossilábica e digna da vida longa que tem. Ela já não faz mais os bolos que adoçavam os domingos meus e de meus primos, mas segue como símbolo de muitas outras coisas boas. Que Deus a abençoe.

Páscoa é renascimento. Há data mais feliz e auspiciosa do que esta? Que todos celebrem com suas famílias e sejam igualmente abençoados com a graça de Nosso Senhor Jesus Cristo.

— Poucas coisas são tão importantes quanto o bom coração. É virtude rara não ver o mal ao observar as ações de outrem. Você vê um motorista dirigindo perigosamente e sabe que pode imaginar que ele tem uma boa razão para ter pressa — e deseja, com sinceridade, que ele chegue salvo e em plenas condições de se refazer da perturbação em que se encontrava. Imaginar e desejar o mal é fácil; reconhecer o bem onde quer que haja chances dele existir, por menores que sejam, é difícil e necessário. Não há receita; há prática constante. Ter bom coração filosófica, intelectual e espiritualmente falando assemelha-se a tê-lo em termos fisiológicos — cuidado, atenção, exercício e nutrição.

A revista Claudia mergulhou definitivamente no lodaçal do aborto. Entre os sofismas aos quais a extensa matéria apela está a idéia de que a legalização do aborto é sinal de progresso e de que ser contra é sinal de medievalismo — assim, simplesmente, na cara dura mesmo; há até infográficos. Defender a vida não é algo que dependa do tempo, do lugar, da cultura; não há momento inadequado para defender a vida, não há cultura em que a morte de um ser humano inocente seja moralmente defensável e desejada. Só no mundinho satânico dos abortistas é possível lutar com todas as forças pelo direito de acabar com vidas inocentes e regozijar-se com isso. É a crueldade em seu estado mais puro. Aliás, quem quiser descer o porrete na revista Claudia, use este link.

— Só eu tenho nojo do racismo do presidente? Num país decente todo racismo é repudiado. Num país indecente, depende do matiz. Alguém pede explicações, mas não processa.

Deputados paulistas aprovaram lei antifumo que proíbe até os fumódromos. O cerco aos fumantes deixou as coisas assim: o único espaço fechado em que você pode fumar é a sua casa (permite-se o fumo em tabacarias, mas onde há uma? a mais próxima da minha casa fica a uns 250km daqui). Eu não gosto de cigarros, mas gosto menos ainda de quem queira interferir na liberdade de estabelecimentos comerciais — eles que se entendam com seus clientes e os deputados que procurem algo mais importante para fazer. O crime e o trânsito matam muito mais e cadê esse pessoal pago com dinheiro público fazendo algo?

.
link da imagem

Anúncios

3 comentários sobre “Fotos, votos e quimeras

  1. Notas rápidas:

    Só no Brasil existem ao mesmo tempo dois conjuntos que têm milhões de pessoas como intersecção:
    – O das pessoas que querem proibir o cigarro.
    – O das pessoas que querem liberar a maconha.

    Na televisão ontem, um “representante do estabelecimento comercial” disse que “como profissional, sou contra a lei, porque diminui o movimento aqui no bar, mas pessoalmente eu sou a favor”. Isso também só acontece no Brasil.

    Um outro, nas mesma reportagem, disse que “toda proibição é errada, mas como as pessoas abusam, tem que proibir”. Adivinha de que país ele era.

  2. Já que ficou em tópicos vou nessa (risos)
    1 – uma imagem vale mais que mil palavras, mas também carrega vários sentimentos , então aguardamos as mesmas. fotos, fotos,fotos. não seja tímido.

    02 – Parabéns a sua Avó chegar nessa idade já um mérito, ser tão amada assim e lembrada um privilégio de poucos.

    03 – Renascimento a todos é o que espero, se dar uma nova oportunidade de pensar diferente, fazer diferença e ser melhor que ontem sem ficar preso as velhas idéias só por arrogância, feliz pascoa.

    04 – A arvore do bem e do mal, esse é nosso estigma, livre arbítrio, se você pegar essa mesma revista e retroceder verá o que importa não é
    a importância do assunto mas o modismo do mesmo. Quem compra e quem usa também se importa com a moda e a moda é abortiva.

    05 – Meu Avô me ensinou que se você não tem nada de dizer de bom sobre alguem não diga nada, mas o nosso presidente…….p.q.p.

    06 – e fim, eita comentáriinho longo, mas a culpa é sua, deveria ter dividio em mais post.
    Não vou em vários lugares por causa do mardito fumace, entendo sua critica como também entendo que ao fumante falta respeito consigo mesmo e se ele não tem algo como pode dar a alguem? Se lhe sobra grana para gastar retirando sua vida e a de outros que vá fumar sob o julgo das lei no mesmo lugar que linda mãe do fumante encontrou com seu lindo pai pela primeira vez, na Z.B.M.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s