O que é bom para mim, é bom para mim

nisargadatta

P: Tudo está bem em seu próprio nível. Mas como funciona na vida diária?

M: A vida diária é uma vida de ação. Goste dela ou não, você deve funcionar. Tudo o que fizer para si mesmo se acumula e se torna explosivo, e um dia explodirá e destruirá você e seu mundo. Quando você enganar a si mesmo crendo que trabalha para o bem dos outros, ainda o piora mais, já que não deverá ser guiado por suas idéias do que é bom para os outros. Uma pessoa que declara saber o que é bom para os demais é uma pessoa perigosa.

P: Como se deve trabalhar então?

M: Nem para você nem para os demais, mas pelo próprio trabalho. Uma coisa que valha a pena fazer é seu próprio propósito e significado. Não converta nada em um meio para alcançar alguma coisa. Não limite. Deus não cria uma coisa para servir outra. Cada uma é feita para si mesma. Tendo sido feita para si mesma, não interfere. Você está usando coisas e pessoas para propósitos estranhos a elas mesmas e está causando destruição no mundo e em você mesmo.

Trecho do livro “Eu sou aquilo — conversações com Sri Nisargadatta Maharaj”. Colhido aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s