Miséria do jornalismo

newspaper

Atualmente, a melhor forma de manter-se atualizado é desatualizar-se, isto é, desistir dos jornais, revistas e portais de notícias.

Digo isso por motivos simples.

Você abre um site e vê, na mesma página, um link para uma notícia sobre um gato que ficou com a cabeça presa num jarro e um outro, para uma notícia sobre o aumento dos gastos do Governo Federal. Você pode achar que a diferença é pequena — de gato para gastos, são só dois S –, mas é claro que não é.

Você sabe que as coisas vão mal quando videocacetadas e fatos que decidem o destino de um país são reunidos no mesmo espaço, separados apenas por alguns pixels. Ou, pior, quando uma coisa é confundida com a outra.

A agilidade do jornalismo aumentou em proporção inversa à capacidade dos editores de selecionar o que realmente vale a pena ser noticiado.

Se eles não são seletivos, eu sou.

.

link da imagem

Anúncios

Um comentário sobre “Miséria do jornalismo

  1. Eu concordo em genero, numero e grau.
    Falta organização disciplina, limites nas informações, e principalmente em quem as cria, é um jorro de coisas, bombardeando nossos olhos e mentes
    somente comum propósito, desconstrução da ordem das coisas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s