Sempiternidade

A idade vem, a tolerância se esvai. Começo a entender meus avós. Realmente não há o que tolerar.

Se uma pessoa repete erros durante 10 anos e neste período os avisos foram abundantes, o que resta é rezar pela alma dessa pessoa e pedir que a Lux Æterna a faça ver o que os avisos humanos não lhe tornaram visível.

*

Vejo filas de carros novos e só consigo pensar numa coisa: impermanência. A linguagem da TV, as letras miúdas dos comerciais e o design irresistível pretendem contrariar um fato recorrente há muitas décadas: o «lançamento do ano» tornar-se-á o «elefante branco do ano» tão logo surja o próximo «lançamento do ano».

Vendem-se e compram-se carros como se eles fossem diamantes, o que não altera em nada dois fatos bastante simples: 1) o destino de todos eles é virar sucata e 2) qualquer montadora sabe disto.

E o mais irônico é ver o discurso das montadoras invadir áreas da vida humana cujos objetos raramente se desmancham. E eis que vemos imóveis, canetas tinteiro e relacionamentos vendidos com o mesmo discurso vanguardista. Não há território livre da babaquice.

*

Axioma 1: ninguém quer morrer. Axioma 2: todos vamos morrer. No vão que existe entre estes dois axiomas peleja a maioria das pessoas.

Tal situação, no entanto, não basta para que se dê à questão da permanência a mais mínima atenção. Muitas deixarão cinzas e dívidas, no máximo. Algumas deixarão um apartamento ou uma casa de campo. Poucas deixarão uma biblioteca pessoal, uma obra magistral, um legado irresistível — um talismã, que seja.

.

link da imagem

Anúncios

2 comentários sobre “Sempiternidade

  1. a ansiedade em torno dos automóveis é tamanha que as montadoras não se contentam mais em mostrar seus modelos do ano seguinte no último trimestre do ano corrente; elas lançaram seus modelos 2012 em março deste ano. a tendência, disse-me um vendedor de concessionária, é adiantar ainda mais, de modo que, em 2012, provavelmente teremos vários lançamentos de modelos 2014. esta é mais uma camada de babaquice deitada sobre a estrutura bem estabelecida da obsolescência programada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s